Som automotivo queimado – O que fazer?

A maior satisfação de um amante do som automotivo é poder curtir e apreciar seu som sem ser incomodado. Não importa o lugar ou a hora. Seja sozinho, entre amigos ou com a família, o que vale mesmo é ligar o som e deixar a música rolar.

 

Contudo, existe um aspecto que sempre deixa os praticantes dessa arte com um pouco de medo: A possibilidade de seu equipamento de som queimar.

 

Neste texto daremos dicas essenciais sobre como identificar equipamentos queimados, além de evitar o problema.

 

Dicas para evitar que o som automotivo queime

Para evitar esse tipo de problema algumas dicas devem ser seguidas:

 

– Compra de procedência: só compre equipamentos de procedência, com garantia. Evite adquirir equipamentos sem nota fiscal ou de vendedores que não podem lhe dar nenhum tipo de suporte após a venda;

 

– Não saia com o som no máximo: Já ouviu a história de que quando se compra um carro é necessário amaciar o motor para que ele tenha qualidade por um longo período? Com seu som é a mesma coisa. Assim que fizer a instalação, dê ganhos de potência gradual ao equipamento. Uma grande dose de potência inicial pode prejudicar alguns componentes;

 

– Espessura de cabeamento: geralmente usa-se cabos de, no mínimo, 16mm para instalação de segurança em som automotivo. Contudo, há quem opte pelos improvisos – como juntar 3 cabos de 6mm para totalizar 18mm. Essa prática é totalmente inadequada, pois assim que a potência passar pelo cabos, irá derretê-los.  A Itaro trabalha apenas com cabos RCA da melhor qualidade, vale a pena conferir;

 

– Bateria: A maior causa de queima de som é a falta de bateria. Poucos dão a devida atenção a ela, o que é errado. Se você tem um som muito potente e não trocou a bateria original do seu carro, cuidado, pois você pode correr perigo de perder o equipamento;

 

– Ligou errado: ligação errada também é uma das grandes causas de queima de equipamentos de som, tanto na entrada de energia como nos alto-falantes. Esse tipo de erro pode fazer os equipamentos do seu set trabalharem acima do limite permitido e, no fim, acabarem queimando;

 

– Instalação certificada: esta é a dica mais importante. Sempre procure uma oficina especializada para instalar seu equipamento de som. Evite fazer esse tipo de serviço na casa de um primo que entende de eletrônica, ou então no amigo que diz que sabe instalar. Vá sempre a uma oficina de confiança que trabalhe com qualidade e saiba o que faz. Nós da Itaro temos parceria com as melhores oficinas do Brasil e vendemos serviços diretamente em nosso site, tudo pensado para facilitar a sua vida.

 

Nem sempre é o que parece

 

É comum ouvir histórias de pessoas que estavam curtindo seu som e, de repente, começaram a sentir cheiro de queimado, mas o som não parou de tocar. Nesses casos é preciso tomar cuidado, pois o ocorrido serve como um alerta. Na maioria das vezes o cheiro pode ter sido causado por algum cabo que não suportou a potência e acabou por derreter, mas sem comprometer o sistema. Ou então é algum fusível, do próprio aparelho de som ou então do módulo de potência que queimou. Assim, basta efetuar a troca que tudo volta ao normal.

 

Como saber se o som queimou

 

Existem algumas maneiras de saber se o equipamento de som realmente queimou ou se foi algum dano em determinada parte do sistema. Confira:

 

– Verifique a fiação: o som parou de funcionar e você não sabe o motivo? É hora de avaliar toda a fiação! É comum ela derreter em determinado ponto e comprometer todo o sistema;

 

– Verifique os fusíveis: também é comum o som parar de funcionar devido à queima desses componentes. Se a fiação estiver boa e o som parou de funcionar, dê uma olhada nos fusíveis, pois eles podem ser a causa do problema;

 

– O equipamento de som: a música não toca mais nos alto-falantes, você avaliou toda a fiação e os fusíveis, tudo está em ordem, os equipamentos não apresentam qualquer sinal de dano. E agora? Talvez seja a hora de aproximar seu nariz ao equipamento. Embora pareça estranho, é o procedimento normal. Cheirar o equipamento é uma ótima tática para descobrir o problema. Se, por exemplo, o falante estiver cheirando queimado e todo o resto está em ordem, pode ter certeza que esse falante não irá mais reproduzir música.

 

Seja cuidadoso

 

Sentiu cheiro de queimado e o som continuou tocando? Desligue o equipamento (ou o set) e vá investigar o motivo do problema. O cheiro de queimado pode ser um alarme de que o pior está por vir. É melhor prevenir! Cuidando do seu som e seguindo as dicas aqui dadas, provavelmente seu equipamento terá vida longa.

 

Se tiver alguma dúvida, deixe seu comentário aqui embaixo! E se precisar de acessórios ou som automotivo, a Itaro é o lugar certo!