Manutenção do carro – limpezas que você achava que precisava fazer

Descarbonização, flushing, limpeza de bicos… quem está acostumado a levar o carro na oficina já deve ter ouvido esses termos e, muitas vezes, pode ter achado que era tudo ”balela”.

 

Esse artigo é justamente para desmistificar de uma vez por todas o que é tudo isso e se é necessário fazer, periodicamente, esse tipo de manutenção no seu carro.

 

Limpeza do motor

 

Converse de igual para igual com o mecânico

Limpeza de bico – O que é? Devo fazer?

 

É um procedimento simples, que remove obstruções que podem atrapalhar o funcionamento da válvula injetora (também chamada de bico injetor). É formada por uma peça cilíndrica que armazena combustível pressurizado e uma agulha móvel, responsável pelo controle da vazão do combustível.

 

O movimento da agulha dura milésimos de segundos e solta uma pequena quantidade de combustível, formando um spray que se mistura ao ar no coletor de admissão.

 

Fabricantes de automóveis e sistemas de injeção garantem que os bicos são autolimpantes. De fato, a limpeza pode ser necessária considerando-se casos excepcionais, quando há acúmulo de partículas que alteram o spray de combustível. (O que pode ser causado pelo uso de combustíveis de qualidade duvidosa).

 

Se os bicos estiverem realmente sujos, devem ser colocados numa máquina apropriada, que fará a limpeza por ultrassom injetando também um líquido à base de querosene.

 

Flushing – O que é? Devo fazer?

 

É a limpeza interna do motor feita com um aditivo de alta concentração de detergentes. O objetivo é eliminar a borra, ou seja, o acúmulo de resíduos de óleo causado pelo uso de lubrificantes fora da especificação de fábrica, de combustível adulterado ou pela extensão indevida do período de troca do lubrificante.

 

É um procedimento alternativo, já que pode ser realizado sem a necessidade de abrir o motor.

 

Entretanto, não há consenso sobre o flushing ser ou não ser um procedimento recomendado. Muitos consideram o serviço dispensável na maioria dos casos. Entenda: nada justifica o uso do flushing em motores bem cuidados e que estejam com o plano de revisões programadas em dia.

 

O melhor é sempre evitar a formação da borra usando combustível de boa qualidade e realizando as trocas de óleo e filtro nos prazos corretos.

 

Descarbonização – O que é? Devo fazer?

 

É outro tipo de limpeza do motor, relacionada às peças que estão em contato direto com a combustão interna. É realizada com o uso de um produto químico específico. Com o motor ligado, injeta-se o produto químico diretamente pela borboleta de aceleração ou por algum ponto de vácuo no coletor de admissão.

 

Pistões, câmaras de combustão, válvulas e dutos de admissão estão sujeitos à formação de depósitos de carbono, resultado de uma combustão incompleta.

 

O principal sintoma da carbonização é a falha na vedação das válvulas, o que reduz o desempenho do carro e aumenta o consumo de combustível. Em casos extremos, pode levar à pré-detonação (“batida de pino”), o que pode até furar o pistão. Assim como o flushing, sua necessidade é discutível.