Dicas infalíveis para quem quer comprar um carro Flex

Os carros conhecidos como flex tem se tornado uma tendência entre os consumidores, mas em volta deles ainda gira dúvidas constantes que aparecem para afastar a vontade de comprar um. Por isso, tiraremos aqui as principais dúvidas sobre carros flex que as pessoas possuem a fim de permitir que todos façam boas compras e contribuam com o meio ambiente conscientemente.

 

carro flex

 

A seguir, estão enumeradas as principais dúvidas sobre motor, tipos de combustível, tanque de combustível, abastecimento e muito mais. Aproveite para tirar suas dúvidas e, se tiver alguma outra dúvida não listada, comente, que nossa equipe de especialistas responderá prontamente.

 

Afinal como o sistema Flex funciona?

 

Existe um sensor chamado Sonda Lambda que verifica a quantidade de álcool e gasolina no tanque, isso com bastante precisão! Com essa informação, o sistema adpta as funções do motor automaticamente de acordo com as necessidades de cada combustível ou a mistura deles.

 

É verdade o carro tem dois tanques?

 

Não. Só um tanque mesmo, como todos os outros. No entanto, ele tem um reservatório (tanque auxiliar) com pequena quantidade de gasolina para dar a partida, pois é necessário que haja combustão. Isso apenas se o carro for à álcool e estiver abaixo de 20º C.

Então eu tenho que abastecer com gasolina primeiro?

 

Não. Esse sistema não precisa de nenhum tipo de escolha em nenhuma vez que for abastecer.

 

E se colocar sempre o mesmo combustível?

 

O carro não “vicia” em nenhum combustível, então isso não o afeta.

 

Exste proporção de mistura de álcool e gasolina?

 

Não há, não. Como o sistema do motor verifica automaticamente a quantidade dos dois, pode colocar e misturar combustível como quiser.

 

É bom evitar combustível aditivado?

 

Se ele estiver utilizando apenas um tipo de combustível, não há problema, mas se estiver usando alguma mistura de combustíveis, é bom não colocar aditivado.

 

Mas tem problema deixar a gasolina no tanque auxiliar?

 

Sim porque ela, depois de longos períodos, envelhece e sofre oxidação. Para que isso não aconteça facilmente, a fim de retardar esse envelhecimento, é recomendado usar gasolina com alta octanagem, uma gasolina especial.

 

E se o tanque auxiliar esvaziar?

 

Seo carro for movido à álcool, provavelmente vai demorar bastante para ligar e funcionar, o que também acontece com o motor convencional à álcool. E se a temperatura ainda for muito baixa, o motor pode nem funcionar.

 

É ruim abastecer muito com álcool?

 

Não porque esses sistema já é feito com peças de fábrica com o intuito de uso contínuo de álcool. Ele ainda dura o mesmo tempo que o motor à gasolina, mas se abastecer com álcool adulterado, ele contém mais água do que deve, ocorre o problema da oxidação mais rapidamente. Lembre-se de ir em postos que você conheça.

 

Dá para instalar kit de gás (GNV) em um carro Flex?

 

Sim, você fazer isso, apenas escolha uma oficina de confiança que faça o serviço com qualidade e segurança, pois o serviço é feito como em um carro comum.

 

O carro Flex tem o mesmo desempenho que um carro comum (à gasolina)?

 

Não, pois a taxa de compressão do motor dá equilíbrio aos dois combustíveis, nesse caso, o uso da gasolina, por exemplo, não tem o mesmo desempenho que de um carro comum à gasolina.

 

E se misturar os dois combustíveis, o desempenho é o mesmo que só com álcool?

 

Não, pois o desempenho será o mesmo de acordo com a quantidade de cada combustível. E independetemente do caso, o desempenho do álcool é superior ao da gasolina.

 

E manutenção de um Flex, é mais cara?

 

Sim, pois ele contém peças que um carro comum não tem,específicas para o uso do álcool e essas peças são mais caras.

 

Dá para transformar um carro comum em Flex?

 

Não é muito recomendado. É indicado que o sistema Flex seja desenvolvido para a finalidade de funcionar com mais de um combustível para que não polua demais o ar e garanta uma performance melhor.