Como usar pneus de marca ou modelo diferentes?

banda de rodagem dos pneusComo regra geral, os pneus não devem ter modelos e marcas misturados em qualquer veículo, a menos que essa mistura seja especificada e projetada pelas fabricantes de pneus ou de veículos. Os motoristas devem evitar a mistura de pneus com diferentes padrões de banda de rodagem, construções ou tamanhos internos, e usar pneus idênticos em todas as rodas do seu veículo, a fim de garantir o melhor controle e estabilidade. Além disso, os motoristas nunca devem misturar pneus Run-flat com pneus que não são Run-flat.

Por uma questão de economia, desempenho e até mesmo segurança, é importante que todos os pneus de um veículo se desgastem por igual e ao mesmo tempo. Mas, vale lembrar que, para isso funcionar bem na prática, não basta ter pneus iguais, é combinar boas condições de condução e práticas de manutenção regulares para equalizar o desgaste e o desempenho dos pneus.

Contudo, se você faz a manutenção dos pneus do seu carro e pratica uma condução defensiva (que desgasta muito menos os pneus), usa aBMW Serie 7 mesma marca e modelo de pneus em todas as rodas, mas mesmo assim percebe o desgaste irregular, não se preocupe: infelizmente nem
sempre é possível garantir o desgaste regular para todos os pneus. As vezes, o design do veículo, o uso de pneus de tamanhos diferentes entre os eixos dianteiro e traseiro (por exemplo, a BMW Série 7 utiliza pneus dianteiro na medida 245/45R19 e pneus traseiros na medida 275/40R19) podem impedir que o desgaste uniforme dos pneus.

Uma dica prática: se, mesmo sabendo que o melhor é usar um jogo de pneus iguais quanto à marca e ao modelo, você não tiver muitas opções e precisar usar pneus diferentes, é imprescindível que você monte pneus iguais no mesmo eixo, por exemplo: você pode colocar um par pneus Pirelli Phantom na dianteira e um par de Goodyear Eagle Excellence na traseira, mas jamais utilizar mais de dois tipos diferentes de modelo ou marca ou misturar os pneus aleatoriamente.

como usar pneus de marca diferente

Um conjunto harmônico de pneus faz com que o carro ofereça mais conforto, isto é, o nível de vibrações e ruídos será menor. Na prática, quando o som do seu carro estiver desligado, você vai conseguir conversar normalmente sem precisar elevar a voz por conta do ruído da rolagem do pneu nos asfalto. A harmonia dos pneus melhora ainda a estabilidade, a retomada nas curvas e a economia de combustível dos veículos.

Por mais que possa ser tentador usar pneus diferentes, muitas vezes por uma questão de preço, quase sempre, nessa conta o velho ditado faz sentido: “o barato sai caro”. Você pode até ter um custo inicial baixo, mas se considerar o desgaste prematuro e o aumento de consumo que seu carro pode ter, com a nova combinação dos pneus, certamente vale mais apena manter um jogo harmônico de pneus.