Faça seu Login
ou
Comece a criar a sua conta
Sua Garagem

Meus carros adicione

DICAS ITARO

Diferença entre farol de LED, Xenon e Halógeno

Tipo de farois

Os faróis são indispensáveis para garantir a segurança do motorista e passageiros durante o percurso. Já mostramos aqui como utilizar os faróis do carro da maneira correta, mas você sabe diferenciar os tipos de farol existentes do mercado? Não? Então confira a seguir um resumo dos principais tipos de faróis e quais as suas diferenças, vantagens e desvantagens.

 

Farol de LED

 

A sigla LED (Light Emitting Diod) refere-se à luz intensa, produzida através de pequenas lâmpadas. O LED é altamente econômico quando comparado às tradicionais lâmpadas halógenas, tendo vida útil de mais ou menos 5 mil horas. Estima-se que um carro de passeio tenha uma economia de aproximadamente 74% de energia quando passa a utilizar esse tipo de lâmpada.

 

A desvantagem dos faróis de LED está ligada ao custo empregado para tê-los, devido à complexidade do processo de seu desenvolvimento e engenharia para aplicação nos carros. Ou seja, os faróis são mais econômicos, porém possuem um valor de venda mais elevado.

 

Exemplo de Farol de LED

 

Farol de Xenon

 

Os polêmicos faróis de Xenon são compostos por um gás (chamado de xenon ou xenônio) utilizado em lâmpadas incandescentes. Em média, tem uma vida útil de mais ou menos 1000 horas e emite até 3x mais luz do que as lâmpadas comuns. Com isso, esse tipo de farol tem um poder de alcance e luminosidade muito superior aos demais existentes no mercado. Além disso, auxiliam na redução do consumo de energia do carro.

 

Justamente pelo seu poder de iluminação, os faróis de Xenon só são permitidos em carros que já vieram de fábrica com esse tipo de sistema e que possuem a regulagem correta. Quando instalado de forma errada, a luz dos faróis de Xenon pode ir diretamente aos olhos do motorista que vier na direção contrária, podendo ocasionar acidentes e até possíveis “cegueiras”.

 

Exemplo de farol de Xenon

 

Farol halógeno

 

Esse é o modelo mais comum de farol existente nos carros. Caracteriza-se por ser uma lâmpada incandescente com um filamento que é aquecido e que emite luz assim que uma corrente elétrica o ultrapassa. Geralmente, as lâmpadas halógenas gastam mais e tem capacidade de iluminação reduzida quando comparada aos demais tipos de faróis.

 

Uma de suas vantagens está no tempo de vida. Diferentemente dos demais, as lâmpadas halógenas possuem uma vida útil maior. Além disso, são mais baratas. Já as desvantagens se concentram na quantidade de calor desperdiçado que esse tipo de lâmpada produz.

 

Exemplo de Farol Halógeno