Faça seu Login
ou
Comece a criar a sua conta
Sua Garagem

Meus carros adicione

DICAS ITARO

Meu primeiro automóvel – dicas para fazer uma boa compra

meu-primeiro-carro

Se você completou 18 anos e acabou de tirar a habilitação ou passou um longo tempo dependendo somente do transporte público e finalmente quer sair com mais conforto e liberdade, este texto foi feito pra você.

 

A aquisição do primeiro carro é um marco na vida de uma pessoa e, como muitos dizem, torna-se uma lembrança inesquecível. Mas, dependendo do tipo de negócio que você fizer, essas lembranças poderão ser um verdadeiro tormento.

 

Por isso, separamos algumas dicas úteis para te auxiliar na difícil missão de escolher o primeiro carro sem se arrepender depois. Preparado? Então confira abaixo:

 

novo-ou-usado#01 – Novo ou Usado?

 

Esta é uma das principais perguntas a se fazer quando se pensa em comprar um carro. De fato, existem pontos positivos e negativos em ambos os lados e é essencial analisá-los para fazer uma boa escolha. O carro novo, por exemplo, tem como vantagem a garantia de peças 100% novas, evitando visitas em mecânicos (salvo as revisões programadas pelo fabricante). Contudo, carros 0km sofrem uma considerável desvalorização em seu primeiro ano de uso, o que pode fazer você pensar se realmente vale a pena a aquisição.

 

Com os usados, o impasse não é muito diferente. Se por um lado, você pode comprar um carro com 3 anos de uso, completo, por um preço abaixo dos veículos 0k das concessionárias, por outro o valor de seguro e manutenção de um possante usado pode ser elevado, tornando sua aquisição inviável ao longo do tempo.

 

#02 – Pense no orçamento

 

Ao iniciar as buscas por um carro, é importante pensar no orçamento. Destinar parte do seu salário para este projeto pode ser um problema, dependendo do momento e das demais despesas. Por isso, antes de tudo, olhe suas finanças e pense em quanto está disposto a bancar neste projeto. Lembre-se de que você terá de arcar, além da parcela, com seguro, IPVA, licenciamento, combustível, etc. Organização é tudo na hora de comprar um carro!

 


finanças#03 – Cuidado com o financiamento

 

Especialistas aconselham a nunca financiar o valor total do veículo por conta dos altos juros embutidos nas parcelas – em certos casos, no final do “carnê” a pessoa pode ter pago o valor de três veículos. Para evitar esse tipo de gasto desnecessário, opte por dar uma entrada de mais ou menos 30% do valor total do carro e financiar o saldo restante. Com certeza será um bom negócio para o seu bolso!

 
 

comprar por impulso#04 – Não escolha um carro por impulso

 

Talvez o dia a dia seja tão complicado (transportes públicos abarrotados de gente, pegar aquela chuva no ponto de ônibus, problemas técnicos nos trens e metrôs) que você não vê a hora de ter um carro para, enfim, andar com mais conforto. Mas será que só isso basta? A resposta é não! Ao adquirir um carro, você deve levar em conta muitas coisas – como mostrado no item anterior, por exemplo – e, acima de tudo, deve escolher um modelo que seja adequado a sua rotina. Comprar um carro esportivo, 2.0, para rodar muitos quilômetros todos os dias pode lhe render um alto custo com combustível e manutenção. Pense nisso!

 

Gostou do post? Então comenta aqui embaixo o que você achou das dicas! Se quiser, nos indique assuntos para postarmos. Contamos com a sua colaboração, até mais! 🙂