Faça seu Login
ou
Comece a criar a sua conta
Sua Garagem

Meus carros adicione

DICAS ITARO

Indeciso sobre qual pneu comprar? Teste comparativo mostra qual é o melhor

pneus-itaro-carro-teste-michelin-goodyear-dunlop-rodas-manutenção

Recentemente, a empresa Tüv Süd realizou na Alemanha um teste comparativo entre quatro pneus brasileiros de grandes marcas. Os pneus foram fabricados e adquiridos no Brasil e enviados para a Alemanha pelo instituto para serem testados. Os testes foram feitos visando a segurança oferecida aos ocupantes do veículo equipado com os modelos, tendo em vista que muitos dos acidentes são decorrentes de falha do motorista por não conseguir corrigir uma possível falta de controle do veículo, que poderia ser evitada com o uso de pneus com melhor comportamento.

 

golf teste agilidade e estabilidade

 

E os testes começaram…

 

O teste foi realizado no ATP (Automotive Testing Papenburg), e se dividiram em: frenagem em piso seco e em piso molhado (com uso de ABS), nível de ruído, resistência a impactos, aderência lateral em curvas molhadas e dirigibilidade em pista seca (com ABS e ESP desativados). A cada quesito avaliado, eram realizados os testes para aquela finalidade com os 4 modelos, a fim de evitar diferenças de temperatura do piso, por exemplo, e garantir condições semelhantes para todos os pneus. Todos os testes (exceto o de robustez) foram realizados com os pneus instalados em um Volkswagen Golf MK7.

 

Teste de Frenagem:

 

No teste de frenagem no asfalto molhado, o Michelin Primacy 3 ficou com a melhor colocação, precisando de apenas 29,8m para diminuir a velocidade de 80km/h para 20km/h, enquanto oBridgestone Turanza ER300 precisou de 35,7m, o Goodyear Efficient Grip Performance percorreu 34,8m e o Pirelli Cinturato P7 precisou de 34,4m.

 

Realizado o teste de de frenagem dos 100km/h até a imobilidade, o modelo da Michelin manteve sua vantagem, com 35,4m seguido pelo modelo da Bridgestone com 37,4m e na sequência vieram oGoodyear e o Pirelli, com 39m e 39,4m, respectivamente.

 

Teste de Aderência:

 

No teste de aderência lateral, realizado em pista circular, os controles de estabilidade e tração foram desligados para que o comportamento dos pneus fosse exposto de modo real durante as 12 voltas na pista, buscando o melhor tempo possível sem perder a constância de velocidade. Neste teste, o modelo da Bridgestone ficou em último colocado, enquanto o Michelin liderou, com o melhor tempo de volta.

 

Teste de Dirigibilidade:

 

Foi realizado ainda o teste de dirigibilidade em piso seco, em um circuito com 2.600m de extensão e 13 curvas. Neste teste, as velocidades atingidas foram semelhantes entre os quatro modelos, porém o piloto que realizou a avaliação pode notar importantes diferenças de comportamento, como o Pirellique tende a destracionar nas saídas de curva, o Goodyear que é um pneu com dirigibilidade e boa tração nas saídas de curva, o Bridgestone com boas respostas e o Michelin com respostas ágeis aos comandos do condutor.

 

Teste de Impacto:

 

Mais um teste, que não é obrigatório, porém tem grande importância, é o de resistência a impactos, no qual o pneu é submetido a um impacto com uma haste metálica com 90mm de altura, num ângulo de 30º, com 80% da carga máxima que o pneu suporta, até sofrer danos como bolha, corte ou perda de ar. Neste teste, o modelo da fabricante Bridgestone foi o vencedor, conseguindo perder ar a apenas a 40km/h, enquanto o Michelin foi danificado aos 37,5km/h, seguido pelo Goodyear e Pirelli, ambos a 32,5km/h.

 

Teste de Ruído:

 

Na hora de avaliar o nível de ruído, os modelos da Bridgestone e da Michelin ficaram empatados liderando, seguidos por Goodyear e Pirelli.

 

Balanço geral:

 

Considerando todos os aspectos do teste, o pneu Michelin Primacy 3 foi considerado a melhor opção entre os três modelos, por oferecer bom comportamento e segurança durante a condução, seja ela em pista seca ou molhada, além de se comportar de forma linear, o que proporciona bons resultados em direção urbana ou em tocadas mais esportivas.