Saiba como a embreagem do seu carro funciona

 

A embreagem é um equipamento que constitui um sistema. Ela fica localizada entre o motor e a caixa de câmbio. Sua principal função é transmitir a força produzida pelo motor para a caixa de câmbio e, esta por sua vez, transmite a força para os outros componentes e equipamentos do sistema de transmissão.

Componentes da embreagem

Um pouco de física

embreagem-componentes-garfo-e-alavanca
Como os componentes da embreagem estão posicionados junto ao garfo e alavanca.

Antes de abordar a embreagem em si, é importante conhecer alguns princípios físicos para entender melhor seu funcionamento. O primeiro deles é o atrito. O atrito é um tipo de força de contato, ela existe apenas quando dois corpos estão em contato. Em outras palavras, a força de atrito pode ser entendida como sendo uma resistência do sistema ao movimento. Quanto maior é o atrito, maior a força aplicada. Além disso, há também a força de torque, que permite que os componentes da embreagem tenham o movimento de rotação adequado, gerado pelo motor para o sistema de transmissão.

 

componentes-embreagem
Momento em que o fluído entra por cima para pressionar o garfo contra a alavanca, fazendo-a aliviar a pressão sobre o disco.

A embreagem é composta por três partes: o rolamento, o platô e o disco. O platô é feito pela carcaça da embreagem, placa de pressão e mola membrana. Uma função a parte, mas importante, da embreagem é a filtragem de vibrações torcionais, ou seja, previne que as rotações exercidas para gerar força pelo motor prejudique os equipamentos do sistema de transmissão. O platô é fixado ao volante do motor e o disco fixado sobre o eixo piloto do motor. O eixo tem estrias que se fixam na parte interna do volante.

 

alavanca-embreagem-troca-marcha
Momento em que o fluído alcança o garfo e pressiona a alavanca para que seja feita a troca de marcha.

Quando o pedal da embreagem é acionado, o fluído do circuito hidráulico desce e pressiona o cilindro auxiliar da embreagem. A haste externa aciona a alavanca e o garfo simultaneamente. O garfo puxa a alavanca e alivia a pressão do disco interno, afastando a placa de pressão do volante. Isso faz com que o disco de desconecte do volante, assim a transmissão acessa a caixa de torque através do eixo piloto, para que seja trocada a marcha.  Tudo bem, explicando assim, resumidamente, pode parecer muito trabalho, mas esse processo é repetido várias vezes pelo motorista, em menos de um segundo.

 

Veja mais detalhes neste vídeo explicativo: